Hero Quest

Sogoken 06/10/2017
Mass Effect Andromeda

A culpa é da EA

Mass Effect Andromeda

Mass Effect Andrômeda é o quarto jogo da famosa franquia da Bioware, que estrelou na nova geração com o pé esquerdo e acabou indo para a geladeira.

  • Nome: Mass Effect Andromeda
  • Plataforma: PS4
  • Lançado: 21/03/2017
  • Finalizado: 01/10/2017
  • Duração: 75 Horas

intro

O jogo foi lançado em 21/03/2017 depois de muita espera, prometendo uma incrível exploração pela galáxia de Andrômeda, mas que foi fortemente criticado pela a bizarra expressão facial dos personagens, que segundo os produtores, deveria ser expressões geradas dinamicamente, mas o resultado pode ser conferido em formato de memes.

Com tanta critica, o jogo recebeu várias reviews medianas que entre 6.0 e 7.7, o que afetou fortemente as vendas do título, fazendo com que a EA tomasse a decisão de colocar a franquia na geladeira, dissolvendo a equipe de desenvolvimento para que ajudassem a fazer outro fps genérico (Battlefront).

Os produtores tentaram ajustar o jogo através de várias atualizações, mas como dizia o grande Shigeru Miyamoto: "Um jogo adiado, pode se tornar um bom jogo. Um jogo ruim, será ruim para sempre." Neste caso o jogo além ter sido atrasado, também foi considerado ruim. Mas será que Mass Effect Andrômeda realmente é um jogo ruim?

Mass Effect Andromeda Meme


Parte Boa

Narrativa

A humanidade faz a primeira grande viagem espacial, e para isso congelou 100.000 pessoas para que pudessem sobreviver por 600 anos, tempo este que levaria para chegar até a galáxia Andrômeda.

Você é Ryder e faz parte da tripulação de humanos. Digo humanos, porque cada especie alienígena da vía-láctea (eles são introduzidos nos Mass Effects anteriores) enviou sua própria nave na esperança de iniciar uma nova colônia neste novo universo. Ao chegar em Andrômeda, você descobre que os planetas que supostamente deveriam ser habitáveis, já não são tão amigáveis.

Junto a isso, vocês são atacados por uma nova raça alienígena que querem dominar Andrômeda, simplesmente porque são malvados. E como resultado você vira o explorador, que é a pessoa responsável por buscar novos planetas habitáveis neste ambiente hostil.

Como de costume, os jogos da Bioware sempre tem uma excelente narrativa. Mesmo que a história seja ruim, e ela é, mas a forma que ela é contada deixa tudo interessante e te faz querer seguir em frente para saber o que vai acontecer depois neste universo denso com personagens interessantes.


A mecânica de explorador

Ok, você é o explorador, certo? Sua missão é encontrar um lugar habitável para que a humanidade possa iniciar uma nova vida, certo?

Então, essa mecânica de ter que ir nos planetas, e resolver os problemas que existem ali para que se tornem planetas habitáveis é bem interessante de se ver e jogar. Existe uma evolução do mundo que quanto mais tempo investimos, mais seguro nos sentimos.

O próprio jogo faz referências de como eram as coisas antes e como as coisas estão funcionando agora depois das mudanças e decisões que você tomou, o que nos leva a outro ponto.


Decisões

Os jogos da Bioware sempre põe peso extra nas decisões que você deve tomar, e uma das marcas registradas dos seus jogos são os momentos de diálogo, onde nós podemos optar por determinados tipos de respostas.

Encontrou um NPC com problemas? Você pode ser o seu herói, pausar sua missão de salvar a humanidade para ajudá-lo, ou pode simplesmente falar que não tem tempo para ele. Pode ser gente boa, ou pode ser sarcástico. Bonzinho ou malvado. No caso de Mass Effect Andrômeda, você pode ser racional ou sentimental.

Comparado aos jogos anteriores, as decisões aqui não mudam tanto a conclusão da história, mas mesmo não tendo tanto impacto quanto antes, eu ainda gosto de ser iludido de que tenho o "controle de escolhas", algo que me ajuda na imersão e me faz querer passar mais tempo conversando para ver o que acontece, e quais opções me aparecerão.

Também existem outros tipos de decisões em formato de QTE, que são feitas pressionando um determinado botão. Essas são decisões que tem tempo limite para serem tomadas. Por exemplo, alguém entra pela porta e você tem a escolha de matar essa pessoa. Se você apertar o botão, seu personagem vai atirar nela, mas se não apertar, você não faz nada. Essas decisões têm maior peso e geralmente os resultados são revelados imediatamente.


Seu time

Do mesmo modo que os planetas sofrem evolução, os membros da sua equipe também evoluem junto com a história.

No início todos estão ali porque não tem opção, ou porque tem algo a ganhar por estar ali. São uns malditos, que não te respeitam e agem com o maior sarcasmo possível.

Quando você vai evoluindo na história e começa a apresentar resultados, a relação entre os membros da equipe vai mudando, e eu gosto muito desse tipo de narrativa que apresenta evolução dos personagens.

Dependendo se você escolheu ser homem ou mulher (sim você pode customizar o seu personagem), é possível se relacionar amorosamente com determinados membros da sua equipe, ou determinados membros do mundo em geral. É legal esse tipo de interação, porque o ser humano curte sexo, e é bem gratificante quando o jogo te entrega aquilo que você quer.

Existe uma missão secundária, totalmente opcional, mas se você consegue cumprir todos os objetivos é bem legal de se ver, porque mostra o seu time interagindo como verdadeiros amigos, mostrando que todas aquelas horas investidas tentando resolver as coisas, valeram a pena.

Outro ponto interessante de comentar é que no final do jogo, existe um momento que você joga com sua irmã/irmão, e esse personagem é aquilo que você era no início do jogo. Esse ponto é interessante porque você consegue perceber a diferença de poderes e habilidades entre seu personagem atual e o personagem que ele era no início do jogo, fazendo com que você perceba "a sua própria" evolução.


Jogabilidade

O jogo está totalmente legendado em português, o que por si só já é um ponto super positivo. Além de ter um gráfico muito lindo, não é necessário ter jogado os títulos anteriores para poder jogar Mass Effect Andrômeda, e a razão disso é a tentativa da EA trazer novos jogadores para a franquia.

As batalhas também funcionam muito bem. O personagem mira bem, faz cover facilmente. Você pode dar comando aos membros da sua equipe que estão em batalha (você escolher 2 membros da sua equipe para irem com você), para protegerem determinado ponto, atacarem determinado inimigo, se reagruparem e etc.

A inteligência artificial da sua equipe é boa, e tem hora que eles matam todos os inimigos sem a necessidade de você fazer nada, mas o contrário também acontece, ou seja, os inimigos também possuem uma excelente inteligência artificial, e são espertos, fogem quando estão morrendo, tentam flanquear e etc.

As árvores de habilidade do seu personagem é bem variada, e o jogo te dá várias opções de escolha para adaptar ao seu estilo de gameplay. Já os membros da sua equipe possuem a própria árvore de habilidades e cada personagem tem seus pontos fortes e fracos, o que também altera a estratégia na hora de enfrentar as missões.

O seu personagem também pode escolher entre vários perfis que dão determinadas vantagens. Por exemplo, um combatente terá mais poder de ataque, enquanto um engenheiro terá mais defesa, biótico pode se teleportar ao se esquivar entre outras coisas.

Conforme você vai aumentando a viabilidade dos planetas, o jogo vai te dando pontos de vantagens que você pode adicionar em pesquisa, militar ou comércio. Esses pontos servem pra ter dar bônus como descontos em loja, dinheiro a cada intervalo tempo, maior detalhamento do mapa e etc. Em resumo você pode facilitar bem a sua vida, desde que gaste estrategicamente estes pontos.


Final épico

A última missão é frenética e eu particularmente gostei bastante do final de Mass Effect Andrômeda. Tudo que você conquistou durante o jogo, é utilizado no final para te ajudar na ultima missão.

É bem emocionante ver por exemplo, que aquela nave que você ajudou a salvar, está sendo usada na batalha final, tendo sua própria cutscene, mostrando que na verdade tudo que você fez, foi pra um bem maior.

O boss final é bem interessante, pois não basta disparar contra ele, você tem que fazer uma série de objetivos para poder vencer. E quando digo objetivos, não são objetivos aleatórios. É criado todo um contexto e uma explicação do porque você deve cumprir os objetivos, tornando uma experiência divertida e cinematográfica ao mesmo tempo.

Depois dos créditos, o jogo adiciona missões extras de interação com as pessoas para que elas comentem sobre tudo que aconteceu, e também criando base para os próximos jogos que estavam por vir. Digo que estavam, pois agora que a série está na geladeira, ninguém sabe o que vai acontecer, mas Andrômeda criou uma boa base para os jogos futuros.


Mass Effect Andromeda Chat


Parte Ruim

Frostbite

Vamos lá, o maior defeito de Mass Effect Andrômeda, se chama Frostbite engine. Pra quem não sabe, a Frostbite é o motor gráfico responsável por dar vida a jogos como Battlefield e Need For Speed por exemplo. Ela é famosa por ter gráficos incríveis além de suportar vários objetos ao mesmo tempo na tela sem queda de performance, e a EA para divulgar sua engine, fez com que a Bioware tivesse que utilizar ela no seu novo jogo.

De fato o jogo tem gráficos incríveis, mas o que a Frostbite não tinha, e que os desenvolvedores da Bioware tiveram que improvisar, é o sistema de expressão facial, e essa é a razão das expressões faciais terem saído tão bizarra. Eles tentaram ajustar as expressões com patches, mas ainda está longe de estar 100%.

A equipe da Bioware teve tanta dificuldade com essa engine, que o plano original teve que ser alterado. Inicialmente eles queriam criar um jogo de exploração com planetas gerados aleatoriamente, algo parecido com No Man's Sky, mas devido aos atrasos, se limitaram a 5 planetas.

O jogo também sofre com loadings demorados e bugs, delay de renderização, som que some, cena que não inicia, personagem dentro de objetos, slowdown, desligamento da ia e até mesmo crash total do jogo. E só pra completar, a câmera também costuma te avacalhar.

A viagem entre os planetas são lentas e tediosas. Demora muito ir do planeta A até o planeta B, pois o jogo fica animando a viagem, sem a possibilidade de pular todas as vezes. Cadas vez que você entra ou sai de um determinado planeta, você tem que ficar vendo a animação da sua nave chegando e saindo, mas isso na verdade é pra "camuflar" o loading.


Problemas gerados por atraso

Como a EA estava colocando muita pressão na equipe para não atrasar o título ainda mais, o jogo sofreu com isso.

Algumas escolhas não deixam clara as consequências, é como se os desenvolvedores não tivessem tido tempo de adicionar a consequência da sua escolha. Por exemplo, existe uma parte que você tem que escolher lado A ou lado B de "uma guerra civil". Independente do lado que escolha, não existe uma continuação para mostrar o que aconteceu com o lado que não foi escolhido, algo que tinha nos títulos anteriores.

Para adicionar conteúdo, existem muitas missões do estilo carteiro. Pegue o item A e leve pro ponto B, e depois volte pro A e descubra que a pessoa na verdade está no C, te obrigando a ficar indo e voltando, que por si só já tem uma navegação lenta, o que acaba tomando muito tempo do seu gameplay.

Junto com as missões de carteiro, existem missões do tipo tarefa, como por exemplo encontre 50 datapads espalhados pelo mapa e sem nenhuma ajuda para localização. Tudo bem que essas missões são totalmente opcionais, e por isso mesmo que não fiz nenhuma.

O jogo possui somente duas novas raças alienígenas, e que nem são tão interessantes visualmente. Como a proposta do jogo é ir até Andrômeda, uma nova galáxia, esperava ver coisas que não estamos acostumados, ou pelo menos mais raças alienígenas que não fossem baseadas em felinos.


Crafting e Online

Existe a possibilidade de você pegar recursos nos planetas, missões, e baús, para poder criar itens. O problema é que o sistema de criação é básico demais para os níveis iniciais e exige pré-requisitos demais para os níveis finais. Ou seja, quando estava terminando o jogo perto do lvl 50 eu podia criar armas ou armaduras que não eram tão melhores que os equipamentos que eu podia comprar na loja. Para criar algo verdadeiramente poderoso, eu precisaria de 5x mais itens, e estar no lvl 70+.

Existe o time APEX que você pode customizar para enviar em missões aleatórias, ou você pode jogar online com outros jogadores nessas missões. As recompensas são materiais para craft ou armas, mas sinceramente, nada de especial ou divertido aqui.


Péssimas decisões

A dificuldade não foi bem ajustada, não importa a distância que seu personagem esteja, se o inimigo tem visão de você, ele vai disparar e vai te acertam como um ninja. Teve um momento que o inimigo estava 2 bases de distância, e estava me acertando com a metralhadora que em teoria tem um alcance curto.

Os mapas são grandes, mas também são vazios de mais, e a navegação não é tão amigável. Lembro que uma vez estava procurando uma base inimiga na montanha, e eu estava em cima do ponto que o mapa me apontava, e não existia nada ali. Então fiquei procurando até que descobri que existia uma caverna perto daquela montanha, que me dava acesso por dentro da montanha, e finalmente consegui concluir a missão.

Existem vários datapads, codex, áudio e etc que contam mais a história do mundo em geral e também de coisas que aconteceram pouco tempo antes de você chegar. Acontece que já estamos na oitava geração de consoles, e acredito que os desenvolvedores poderiam nos passar as informações de uma forma mais interativa, diferente desta que é usada a mais de 20 anos.


Mass Effect Andromeda Batalha


Conclusão

RankA

Mass Effect Andrômeda não é um jogo ruim como muitos avaliaram. Obviamente não é perfeito, mas muitas das coisas ruins são totalmente opcionais, e existem várias coisas boas nesse título que vale a pena, e eu realmente me diverti muito nesse título.

Eu sinceramente fiquei com duvida na hora de pontuar este título, mas como já sabem, eu dou muita importância a narrativa da história, e isso é algo que temos de sobra aqui, então dê uma chance.


FacebookTwitterGoogleTumblrReddit