Review  

Smash Bros Smash Bros

O Super Smash Bros. Perfeito

Quando o respeito e dedicação de Masahiro Sakurai se transforma no melhor Super Smash Bros.


  • Nome: Super Smash Bros. Ultimate
  • Plataforma: Nintendo Switch
  • Lançado: 07/12/2018
  • Finalizado: 13/02/2019
  • Duração: 28 Horas


intro

Muitos não sabem, mas Masahiro Sakurai era bem apegado ao ex-presidente da Nintendo, Satoru Iwata, que no passado ajudou a Masahiro como profissional, se tornando uma espécie de tutor para ele.

Um dos últimos pedidos do Iwata, foi que Masahiro fizesse um novo Super Smash Bros. para o novo console da Nintendo, o Nintendo Switch. Com a morte de Iwata em 2015, Masahiro se sentiu responsável por cumprir o desejo do ex-presidente, e por respeito decidiu que esse deveria ser o melhor produto possível, o que levaria a alguns problemas de custo e licenciamento no desenvolvimento.

Apesar de ser um jogo importante para a Nintendo, todo o projeto foi feito em conjunto com a Bandai Namco Studios, que já tinha trabalhado em títulos anteriores da série, e utilizando praticamente a mesma equipe, conseguiram entregar em 3 anos o que para Sakurai seria o Smash Bros definitivo.

Smash Bros

Voltar ↑


historia

O malvado Galeem destruiu o mundo do Smash Bros, transformando todos os lutadores em pedra. Kirby é o único que conseguiu escapar do ataque, pois utilizou a sua Warp Star para escapar do ataque de Galeem.

Agora de volta ao mundo do Smash Bros, Kirby está sozinho e tem a missão de restaurar todos os lutadores, para que juntos possam vencer o terrível mal.

Considerando que é um jogo de luta, é uma história simples e sem diálogo, para que todos possam entender o que deve ser feito e contra o que estão lutando.

Smash Bros

Voltar ↑


Parte Boa

Todos estão aqui!

Uma das principais qualidades do Super Smash Bros. Ultimate, é a quantidade de conteúdo disponível. Para dar uma ideia, o jogo traz de volta todos os personagens que já participaram de algum Smash anterior, e ainda adicionaram novos personagens, somando mais de 70 personagens diferentes para escolher, sem considerar os DLCs que seguem aumentando este número.

Cada personagem tem sua própria jogabilidade e habilidades únicas, mas mesmo assim o jogo ainda consegue ser balanceado e mesmo um personagem que parece ruim, nas mãos de um jogador habilidoso pode se tornar uma verdadeira máquina de destruição.

Cada lutador tem o seu próprio mapa, mas existem versões diferenciadas, e por isso o jogo traz mais de 100 mapas diferentes para poder se divertir com os amigos. Falando em amigos, além do online, o jogo tem multiplayer local permitindo até 8 jogadores se enfrentarem ao mesmo tempo, e apesar de fazer uma bagunça na tela a ponto de ninguém entender o que está acontecendo, garante várias horas de diversão nos encontros de família e amigos.

Smash Bros

Voltar ↑

Modo de um jogador robusto

O jogo também apresenta o Adventure Mode (World of Light), que é um modo singleplayer (não tem coop) onde o jogador tem que atravessar um mapa gigantesco, no melhor estilo Super Mario World, e vencer os desafios. É nesse modo que a história do jogo é contada.

Inicialmente começamos com o Kirby, já que é um personagem que o Sakurai criou nos tempos da HAL Laboratory, mas conforme vamos avançando no mapa, vamos desbloqueando mais e mais personagens, o que vai ajudar na hora de enfrentar os diversos desafios oferecidos.

O mapa tem vários caminhos diferentes, muitas rotas são opcionais, existem muitas fases que são bem difíceis, mas o mais interessante de tudo são as homenagens que o jogo faz para as outras franquias. Por exemplo, tem uma parte do mapa que imita o mapa do Street Fighter 2, e vamos de avião entre um desafio e outro.

Além de contar com mais de 900 músicas que conseguem apelar pra nostalgia do jogador, o Adventure Mode oferece uma excelente quantidade de conteúdo, uma batalha final digna de respeito, finais alternativos que podem tomar mais de 25 horas para completar.

E depois de completado, abrimos o newgame+ do Adventure Mode, que traz novos desafios ainda mais difíceis para testar as habilidades do jogador, além dos modos clássicos que por si só já vão garantir muitas horas de diversão sem contar com o online.

Smash Bros

Voltar ↑

Customização

Uma mecânica bem legal que foi apresentada, é a opção de subir de nivel e customizar os personagens através dos Spirits.

Os Spirits são como stickers que adicionamos ao personagem, e isso faz aumentar o poder de luta do personagem, além de poder dar algumas habilidades, como por exemplo, pulo triplo, maior impacto nos golpes, começar com alguma arma específica, imunidade a eletricidade, etc e etc.

A quantidade de Spirits que podemos adicionar é limitada, mas o divertido é destravar os Spirits, pois cada um faz referência a algum personagem de alguma série, apelando a nostalgia do jogador, e para ganhar um Spirit, precisamos vencer algum desafio, e existem desafios que só conseguimos vencer com uso de determinado tipo de Spirit, o que adiciona outra camada de complexibilidade ao jogo.

Quando o jogo saiu, existiam mais de 1200 tipos de spirits, mas conforme atualizavam o jogo, foram adicionando mais e mais spirits. Outra coisa que adicionaram foi o modo de customização de fase, onde podemos construir e customizar o nosso próprio cenário e até mesmo compartilhar com alguém no modo online, uma ideia muito parecida com o que acontece no Mario Maker por exemplo.

Falando em customização, não podemos esquecer dos Miis, onde podemos trocar a roupa, habilidades, cores, caras e etc, ou seja, se você for realmente criativo, pode gastar horas e horas se divertindo com esse jogo.

Smash Bros

Voltar ↑


Parte Ruim

Colecionistas

Pra quem gosta de fazer 100% em um jogo, ou quiser abrir todos os destraváveis, o jogo pode se tornar um verdadeiro pesadelo. Só para ilustrar, nem todos os Spirits estão disponíveis de cara para destravar, existem eventos que vão mudando de tempos em tempos, destravando a possibilidade de conseguir novos Spirits. Por um lado isso mantém o jogador interessado em retornar ao jogo, mas por outro pode ser bem frustrante se tu quiser conseguir todos.

Infelizmente o jogo não possui skins opcionais para os lutadores, uma mecânica que seria bem interessante no meu ponto de vista. E por último, escutei muita reclamação sobre o modo online, mas como eu não jogo online, não sei dizer se foi ajustado ou não.

Smash Bros

Voltar ↑


Conclusão

RankS

Super Smash Bros. Ultimate é sem dúvida o Smash perfeito, feito com muito carinho para todos os fãs da franquia. Infelizmente vai ser bem difícil superar essa obra prima, mas com certeza o jogo vai seguir por muitos anos graças aos updates dos desenvolvedores e da comunidade que seguem alimentando a nossa sede por novos conteúdos.


Voltar ↑



 Sogoken
08/10/2020 
 Veja Também  
 Comentários