Hero Quest

Sogoken 04/01/2019
Melhores Jogos 2018

Os Melhores Jogos de 2018

Melhores Jogos 2018

Conheça a lista dos melhores jogos lançados em 2018 segundo a lendária Famitsu, que já faz reviews de jogos no Japão desde 1986.

intro

Para quem não conhece, a Famitsu é uma editora que publica reviews de jogos desde 1986 no Japão.

O nome Famitsu é uma abreviação de Famicom(Nintendinho Japonês) Tsūshin(Jornal), já que o Famicom era o video game que dominava o mercado nos anos 80, mas atualmente a Famitsu faz reviews para todos os consoles da geração.

O sistema de pontuação da Famitsu na verdade é bem simples e funciona da seguinte maneira: Quatro juízes avaliam o jogo e dão uma pontuação que vai de 0 a 10, essa pontuação é somada podendo atingir até 40 pontos, que seria a pontuação máxima que poucos jogos alcançaram até hoje. Um jogo que atingiu a marca dos 40 pontos, é considerado um jogo perfeito.

Para a lista dos melhores jogos de 2018 o mais importante é a pontuação, então vou ordenar da seguinte maneira: pontuação, edição e título.

Dito isso, bora pra lista!

Famitsu

Voltar ↑

[1568] Dragon Quest Builders 2 (PS4/Switch) - 37pts

Se você imaginar Dragon Quest 2 misturado com Minecraft, você vai conseguir entender do que esse título se trata. Neste título temos que enfrentar o temido Hargon, em uma linha do tempo paralela de Dragon Quest 2, enquanto saímos em busca de material para fazer armas e armaduras, e reconstruímos vilas e cidades que foram completamente destruídas por Hargon nessa aventura épica.

Dragon Quest Builders foi um sucesso no Japão, então era esperado uma continuação, mas infelizmente ainda não existe data para ser lançado no ocidente. Eu ainda não tive a oportunidade de terminar o primeiro, mas eu lembro que “perdi” 5 horas quando fui “testar” a demonstração do primeiro título.

Dragon Quest Builders 2

Voltar ↑

[1566] Project Judge (PS4) - 37pts

Da mesma equipe que produziu Yakuza, Project Judge (e não Justice, que este é outro jogo) também conhecido como Judgment, é um título promissor que está no meu radar desde quando foi anunciado. Neste título jogamos com Takayuki Yagami que é um advogado que também trabalha como detetive solucionando vários crimes.

As mecânicas deste jogo é bem parecidas com Yakuza, e o nível de insanidade também foi herdado de seu irmão maior. O título se passa no mesmo cenário de Yakuza, e a principal diferença de jogabilidade é que o Project Judge é mais voltado para o uso de tecnologias, dando um novo frescor aos fãs da série Yakuza.

Infelizmente este título também não tem data para sair no ocidente, mas existe uma demo disponível na PSN, e se você curtir, recomendo os jogos da série Yakuza que são a fonte de inspiração de Judgment.

Project Judge

Voltar ↑

[1563] Pokémon: Let’s Go, Pikachu! / Eevee! (Switch) - 37pts

Criado basicamente para introduzir novos fãs a série de jogos Pokémon, este título foi criado como um remake do Pokémon Yellow, utilizando mecanicas de captura de Pokémon Go.

Apesar de ser bastante criticado pelos fãs da velha guarda, que dizem que o jogo não apresenta desafios, pois apesar de nem ter que batalhar, já recebemos muita experiência por capturar pokemons e etc, encontrei aqui um título casual que é curto, e que de fato conseguiu trazer novos fãs a série.

Eu ainda estou jogando, mas quando terminar farei uma review por aqui.

Pokemon Lets Go

Voltar ↑

[1559] Astro Bot: Rescue Mission (PSVR) - 37pts

Aqui temos um título interessante que mistura plataforma com realidade virtual. Neste jogo controlamos o Astro Bot, e temos que recuperar nosso Óculos VR que foi roubado.

Apesar da história fraca, a jogabilidade aqui é o grande diferencial, onde funciona como um jogo normal de plataforma 3d, mas que visualizamos todo o cenário através da realidade aumentada do VR. O jogo também nos permite fazer algumas interações como desviar de inimigos ou lançar objetos para ajudar o pequeno Astro Bot.

Particularmente esperava ver qualquer título nessa lista, menos um jogo de VR que apesar de parecer mais com um showcase do que um jogo propriamente dito, se mostrou promissor. Não compraria um VR por causa deste título, mas com certeza experimentaria se tivesse a oportunidade.

Astro Bot

Voltar ↑

[1568] Super Smash Bros. Ultimate (Switch) - 38pts

Compila tudo que deu certo em todos os títulos da franquia, adiciona 1200 imagens 2d para servir de colecionavel, um sistema de update que sempre pode adicionar novos conteúdos e pronto, temos Super Smash Bros Ultimate.

Esse jogo é de longe o Super Smash mais completo de todos os tempos, contando com 69 personagens no seu lançamento. Ainda estou jogando este título, e percebi que ele tem muitos desafios opcionais, o que na minha opinião é o que dá vida a um jogo de luta.

Este título também tem um dos melhores modo historia da franquia (saudades Brawl) que é super divertido e utiliza elementos de jogos RPG, onde o jogador deve equipar seu lutador corretamente para conseguir completar os desafios. Com certeza esse é um título recomendado e que merece estar nesta lista.

Super Smash Bros Ultimate

Voltar ↑

[1539] Detroit: Become Human (PS4) - 38pts

David Cage com certeza sofreu muita crítica no passado por seus jogos lineares que não mudava quase nada dependendo da escolha que fizéssemos. Mas aparentemente ele se redimiu neste título.

Neste jogo acompanhamos a história de 3 personagens durante uma narrativa que fala sobre inteligência artificial e androides. As nossas escolhas afetam diretamente na história, e alguns personagens podem inclusive morrer, e a história continuar sem esses personagens de forma a criar uma nova narrativa.

Esse é um jogo relativamente curto, que pode tomar entre 11 e 28 horas para ser terminado, então estava esperando alguma promoção pra poder comprar-lo. Mas sem dúvida o pessoal que jogou gosta bastante, então acho que vou subir ele na minha lista de prioridades.

Detroit Become Human

Voltar ↑

[1533] Jikkyou Powerful Pro Baseball 2018 (PS4, Vita) - 38pts

Esse título sem dúvida nenhuma é a escolha mais bizarra dessa lista, ou melhor, não é bizarra porque japonês adora baseball, e por isso essa série faz tanto sucesso no Japão.

Apesar de ser produzido pela Konami, essa franquia é completamente desconhecida aqui no ocidente pois o jogo mistura personagens SD, comédia e baseball. Apesar de parecer uma combinação estranha, o jogo tem uma mecânica bem simplificada já que o público alvo são crianças e famílias que gostam de baseball.

Existem vários modos de jogo, como campeonato, torneio, também podemos customizar o nosso time, existe um modo história que vamos gerenciando nosso time e etc, mas infelizmente este título nunca sairá do Japão.

Jikkyou Powerful Pro Baseball

Voltar ↑

[1533] God of War (PS4) - 38pts

Kratos volta mais velho nesse jogo que funciona como uma espécie de reboot de God of War.

Contendo novas mecânicas de combate e elementos de RPG, Kratos agora está mais velho e tem um filho que vai ajudar ele na jornada de levar as cinzas de sua esposa ao pico mais alto dos nove reinos nórdicos. O jogo foi bastante elogiado pela crítica e venceu o The Game Awards 2018, e muita gente ficou embasbacada por seus gráficos.

Particularmente eu não sou fã de God of War, mas um dia eu vou dar uma chance a este título.

God of War 2018

Voltar ↑

[1528] Ni no Kuni II: Revenant Kingdom (PS4/PC) - 38pts

Sinceramente não entendo porque uma pontuação tão alta. Ni no Kuni II foi uma grande decepção para mim, e vocês podem entender o porquê lendo o review completo bem aqui.

Ni no Kuni 2

Voltar ↑

[1561] Red Dead Redemption 2 (PS4/Xbox One) - 39pts

A Rockstar voltou com um grande título de peso. Conhecido como GTA do velho-oeste, Red Dead Redemption 2 estava sendo muito aguardado e surpreendeu a várias pessoas por nao ter vencido o The Game Awards 2018.

Este jogo é uma prequela do primeiro Red Dead Redemption, e aqui jogamos com Arthur Morgan, que é membro de uma gang que luta para sobreviver nesta era de declínio dos cowboys. O jogo foi aclamado pela crítica, e traz detalhes impressionantes como por exemplo, os testículos dos cavalos que podem encolher ou crescer dependendo da temperatura do ambiente.

Apesar de eu não ser fã de jogos de tiro, eu gostei bastante do primeiro título da série, e com certeza vou jogar o segundo quando encontrar uma promoção.

Red Dead Redemption 2

Voltar ↑

[1520] Monster Hunter: World (PS4/Xbox One/PC) - 39pts

Monster Hunter em geral é uma febre no Japão, mas parece que recentemente as pessoas do ocidente descobriram as maravilhas deste título, surpreendendo a Capcom com a venda de mais de 10 milhões de cópias em todo o mundo.

No jogo basicamente somos um caçador de monstros, e temos que ir juntando material para criar equipamentos mais potentes para caçar monstros ainda maiores. A verdadeira diversão de Monster Hunter na verdade, é poder jogar com até 3 amigos (em um grupo de 4) de forma cooperativa para se tornar o melhor caçador de monstros de todos os tempos.

Particularmente eu não gosto de Monster Hunter, por achar a história fraca, e por “não ter” um final definitivo, mas conheço várias pessoas que adoram a franquia, e eu consigo entender que o charme de jogar com outras pessoas é super apelativo.

Monster Hunter World

Voltar ↑


Conclusão

Bom, e essa foi a lista dos melhores jogos de 2018 segundo a Famitsu. É interessante reparar que o Playstation 4 praticamente reinou com 8 títulos, contra 3 do Switch, 2 para Xbox One e PC, e apenas 1 título para o Playstation Vita e Playstation VR.

Espero que essa lista te ajude a não deixar passar algum título que merece a sua atenção, e se você quiser ver a lista completa de pontuação da Famitsu, basta clicar neste link aqui.

Até a próxima!


Voltar ↑



FacebookTwitterGoogleTumblrReddit